Por um Mundo mais solidário


Livro de Visitas - COMENTÁRIOS

Data: 08-05-2020

De: KALINE DU VALLE CORDEIRO (ACRELÂNDIA)

Assunto: BELO....

ESTAÇÃO TERMINAL! Mais um belo livro. A história do Toni que acaba nesta Pandemia mundial. Continuo por cá, só, enfrentando esta tormenta. Venho acompanhando, meu ex-colega de trabalho aqui em Acrelândia. Uma pessoa muito especial! Uma pessoa única, rara. Foi um orgulho trabalhar com ele. Que Deus o abençoe e lhe dê muitos anos de vida saúde. Tenho muita admiração por ele. Espero que seja feliz. Será? Não sei. Mas se não é, poderia ser. Fuja desta Pandemia e de todo e qualquer sofrimento.

—————

Data: 08-05-2020

De: MARGARIDA MOITA PINTO (ALDEIA GAVINHA)

Assunto: MEMÓRIA FUTURA

Este livro é de uma narrativa extraordinária e lúcida sobre a personagem central da história, Toni, mas também sobre este momento único da humanidade que deve ficar registrado para memórias futuras. Interessante para os historiadores, sejam os da política, da religião, da literatura ou das ciências sociais. Vejam os efeitos devastadores desta Pandemia, não só em número de mortes. Lisboa registra um aumento de mais do dobro de famílias a procurar apoio junto das instituições de solidariedade, porque já não conseguem sequer garantir o seu alimento. Milhares de empresas estão em Lay Off. Ontem surgiu a reportagem de uma jovem de 26 anos, recebendo das mãos dos voluntários o almoço e janta do dia, chorando... A empresa dela fechou e ainda não reabriu. A do esposo está em Lay Off. A obrigatoriedade de ficar em casa proporcionou outro problema... O esposo estressado, sem saber onde ocupar o tempo... Acabou se refugiando na net, nos sites de apostas e casinos clandestinos... Viciou-se e já gastou todas as parcas economias da família e o subsídio de emergência da segurança social. A família passa fome. Em casa não têm nada de comer. O caso suscitou até uma investigação... Apurou-se que enquanto as famílias, a grande maioria das empresas, a própria nação, se afundam economicamente, essas empresas, sites de apostas online, casinos online, aumentaram em mais de dez vezes os lucros neste tempo de Pandemia. Nunca lucraram tanto. Há gente sem escrúpulos se aproveitando e ganhando milhões com a desgraça alheia. Só agora o problema foi suscitado, mas há indícios de que essa família não é caso único. Haverá muitos dramas iguais, novos dramas nascidos em tempo de confinamento em casa. Meu caro escritor, eu não tenho capacidade, mas o senhor que a tem... Talvez devesse pensar em fazer o relato, deixar o testemunho, garantir que tudo isto fique registrado para a memória futura. A Pandemia e todos os seus efeitos colaterais... é um trabalho necessário que alguém terá de fazer.

—————

Data: 08-05-2020

De: SANDRA MARIA DE OLIVEIRA (CALDAS DA RAINHA)

Assunto: MUITO BOM

Quem está vivendo este tempo de Pandemia, de certo irá gostar deste livro Estação Terminal. Para muitos, assim como para o Toni, foi, está sendo e será a Estação Terminal. Para os que prosseguirem a viagem, fica um desafio gigantesco. Aprender a viver com esta nova realidade. De certo que surgirá uma vacina e o flagelo passará, ainda que isso nunca suceda antes do final deste ano. Mas os efeitos, esta realidade, perdurará para sempre. A questão é saber se estraremos preparados? Se conseguirmos chegar ao verdadeiro Amor, a grande mensagem deste livro, de certo que o seremos. Essa é a grande lição a extrair deste livro... O VERDADEIRO AMOR. Fantástico!

—————

Data: 08-05-2020

De: TÂNIA SOARES DE CASTRO (ALBUFEIRA)

Assunto: UMA GUERRA

Este livro Estação Terminal é um romance que retrata a história do Toni. Bem pode dizer-se que é uma história que se transformou de repente numa história de guerra. Estamos de fato a viver uma guerra. O mundo está atrofiado, por via de uma guerra nunca vista. Como numa guerra há muitas vítimas e sem terem direito a um funeral, em alguns casos, tal como nas outras guerras, elas, as vítimas são enterradas em valas comuns. Como nas outras guerras, os efeitos desta, depois de terminada, será necessário um longo caminho de recuperação, reconstrução dos países, economicamente, reconstrução das vidas das famílias que sobreviverem a ela, de recuperação psicológica de todos nós que a enfrentámos.

—————

Data: 06-05-2020

De: CARLA MARIA BORGES MARQUES (ERVIDEL)

Assunto: BOM LIVRO

Estação Terminal é um bom livro sobre a vida, a história do Toni, sobre a sua luta nesse comboio ou trem da vida que entretém bastante, ajuda a passar o tempo de Pandemia que vivemos e nos transmite ensinamentos preciosos. Lê-se rapidamente.

—————

Data: 05-05-2020

De: DORA VIRIATO LUÍS (ALBUFEIRA)

Assunto: ROMANCE SIMPLESMENTE FANTÁSTICO

ESTAÇÃO TERMINAL é uma impressionante história de amor. Baixei o livro, li e já estou relendo. É sem dúvida um depoimento extraordinário para todos nós. Em especial os que passam a vida a se queixar da vida. O caso do Toni foi fantástico. Uma vida sofrida, cheia de percalços e altos e baixos, mas nunca se desviou para caminhos errados, nem se refugiou em drogas ou outros escapes. Um romance simplesmente fantástico.

—————

Data: 04-05-2020

De: ADELAIDE NORBERTO CAMPOS (LINDA-A-VELHA)

Assunto: EXCELENTE

Excelente livro (Estação Terminal): Um belo romance sobre o Toni, desde as origens até ao momento em que o Covid-19 o transformou em mais uma vítima.

—————

Data: 04-05-2020

De: SUZI ANJELINA VIDAL BARBEIRO (LISBOA)

Assunto: INTERMITÊNCIAS

Um aplauso a este Aloisio Ferreira Casa que, nos brinda com um excelente livro, sobre as intermitências da vida, os seus altos e baixos e sobre as da morte, quando somos apanhados por ela, como a irmã Jú que viu partir o seu Toni. Quanto a ele, sempre lutando, apesar de ser mais um número, das estatísticas deste Covid-19 e suas vítimas, finalmente encontrou descanso. O guerreiro lutador encontrou a paz, ao lado de Jesus Cristo. Muito sagaz, a forma como o escritor nos deixa colados ao seu brilhante escrito até à última página!

—————

Data: 04-05-2020

De: INÊS RAMIREZ EDUARDO (LISBOA)

Assunto: RECOMENDO

À medida que fui lendo o livro Estação Terminal fui ficando entusiasmada e gostando cada vez mais tanto da história do livro como da forma de escrita que este escritor apresenta. É uma história magnífica sobre a vida, como cada um de nós lida com os momentos menos bons e sobre as pessoas que entram na nossa vida e que que nos ajudam nesses momentos. Foi esta a lição que retirei deste livro, é também daqueles livros que podemos ler várias vezes e que sempre que o lermos iremos retirar coisas novas. É um livro desafiante e entusiasmante.

—————

Data: 04-05-2020

De: MARGARIDA TOMAZ FERREIRA (ALBUFEIRA)

Assunto: EXCELENTE LIVRO EM TEMPOS DE PANDEMIA

Leitura fácil, mas a história do Toni e o estilo de escrita consegue-nos prender do principio ao fim. Um bom thriller, para se ler quando estamos confinados em casa.

—————

Data: 04-05-2020

De: Pe RUI MANUEL MENDES CARRIÇO (ERVIDEL)

Assunto: GRANDE

Grande Testemunho contido neste livro Estação Terminal. Nesta Paróquia Alentejana, o vírus ainda não fez vítimas, mas como Padre, sinto este novo desafio que é levar o conforto a todas as almas. É isso o testemunho que o autor nos deixa nesta história de vida do Toni, ao reconhecer que só com Jesus Cristo podemos encontrar o conforto e a Paz.

—————

Data: 04-05-2020

De: PAULA CARDOSO MOISÉS (SABUGUEIRO)

Assunto: SURPREENDENTE E DESSASSOMBRADA

Estação Terminal é um livro corajoso e único sobre a morte e os mistérios da vida. Aloisio Ferreira Casa fala de forma surpreendente e desassombrada, sobre a irmã Jú que perdeu seu esposo. É uma história de vida que nos toca pela capacidade de transmitir sentimentos e emoções, sem máscaras, num momento delicado em que todos temos de as usar e que nos inspira pela força inusitada desta experiência.

—————

Data: 04-05-2020

De: FERNANDA CAMPOS DIAS (VALE DE MILHAÇOS)

Assunto: FENOMENAL

Este livro Estação Terminal é indicado para quem tem de lidar com esta nova situação. Vem quebrar um pouco a angústia das famílias, de todos nós que temos de lidar com este COVID-19. Para quem como eu já viu tantas crises, outras doenças, mesmo guerras, sentiu todos esses conflitos, pertencente ao grupo de risco, nunca tinha vivido algo, sequer aproximado. É muito bom todos refletirmos. Jamais pensámos que algo assim nos pudesse atingir.

—————

Data: 03-05-2020

De: IVO CARDOSO ESTEVES (ALDEIA GAVINHA)

Assunto: APRENDIZADO

Estação Terminal é um livro muito atual. A história do Toni é comum a muitas histórias dos portugueses. Aqui, em Aldeia Gavinha, o nosso Velho Ti Luís e sua Esposa, também foram levados por essa Pandemia. Apenas 2 entre os 4 que a nossa Aldeia perdeu. É a nossa sobrevivência que está em causa. Acredito, como diz o autor que seja um aprendizado para nós. Para que possamos nos aproximar mais de Deus.

—————

Data: 03-05-2020

De: ANTÓNIO NORBERTO MAGALHÃES (SABUGUEIRO)

Assunto: HUMANIDADE

Nem sei porque baixei este livro. Li-o. Acabei de saber da morte de meu pai com esse maldito Covid agora mesmo. Fiquei muito abalado e ainda mais revoltado perante este Romance em que um velho numa zona recôndita do globo, lá pelo Brasil nos impinge essa coisa do amor, de Deus, nos bombardeia com a sua Humanidade bacoca. Neste período de pandemia, causa Da morte de meu pai, desejaria perguntar cara a cara, ao velho escritor onde está o Seu Deus? Onde está o seu bálsamo? Onde está o amor? A sua HUMANIDADE? Meu pai nunca foi um mau homem, nunca praticou o mal. Então porque teve de ser castigado? O Mundo existe em qualquer lado, um mundo de humilhações e malvadez e o seu Deus nada faz. Lamento. Enfim! Você não passa de um Velho que escreve romances de amor , até ao dia em que... Quem sabe, esse maldito vírus o atinja e o leve para a quinta das tabuletas. Ou a um dos seus. Depois quero ver vir falar de Deus? HUMANIDADE... Está podre.

—————

Data: 02-05-2020

De: LUÍS DOMINGUÊS VIRGOLINO (NEW JÉRSIE)

Assunto: COMO SERÁ A VIDA DEPOIS DESTA PANDEMIA?

Este livro é a história do Toni, mas também a de todos nós. A nossa vida está dominada pelo Covid-19. Sempre há revestimentos de prata. Sempre há esperança. Sempre há caminhos inteligentes a seguir, e nunca devemos perder a esperança. O crescimento pode estar chegando, tanto para nós, quanto para as nações. Agora, vamos explorar as coisas práticas que você pode fazer para manter nossa própria relação o mais saudável possível, pelo maior tempo possível. As duas últimas décadas foram das mais prósperas da história, com mais de um bilhão de pessoas retiradas da extrema pobreza. Em seguida, 2020 atingiu, e junto com ela a pandemia de coronavírus. O efeito nas economias será extremo. Como será a vida depois desta Pandemia?

—————

Data: 02-05-2020

De: RUI CAMPOS DE CABRAL (ERICEIRA)

Assunto: O MELHOR LIVRO QUE LI NESTA PANDEMIA

Confesso que não tenho o hábito de ler, mas estou farto de ficar em casa e para passar o tempo alguma coisa temos de fazer. Sou disc jockey na Discoteca da Ericeira. Perdi minha mãe com o Covid-19. Tenho lido alguns livros neste confinamento e este foi sem dúvida o mais completo, alimenta o corpo e a alma, me deu mais paz, me ajudou a seguira vida, sem a minha mãe. Fica a saudade, mas entendi esse mistério da morte e da vida. Nunca tinha ouvido alguém falar de Jesus, da morte, da vida, como este escritor. Ainda bem que baixei o livro.

—————

Data: 02-05-2020

De: MARIA PASCOAL ANTUNES OLAVO (LISBOA)

Assunto: LEITURA

Sou enfermeira no Hospital Curry Cabral em Lisboa. A São é minha colega. Pois bem, foi ela de tantos elogios e de tanto falar deste escritor que me fez baixar este livro. Muito bom. Excelente leitura realmente. Bom para a alma nestes tempos em que lutamos contra essa Pandemia.

—————

Data: 02-05-2020

De: CARLOS VENCESLAU DINIS (CANEÇAS)

Assunto: BOM CONCEITO

Estação Terminal conta-nos a história do Toni, mas também nos leva a despertar a consciência para conceitos que temos a tendência a não dar por eles. Uma breve história da própria humanidade que se afastou de Deus. O vírus pode e deveria ser o ponto de partida para uma evolução indispensável e urgente do homem, agora que sabe que o dinheiro não compra tudo e que a humildade é bem mais importante que a soberba. Espetacular a forma como nos alerta para a nossa hipocrisia, para os beijos armas e as armas beijos. Muito interessante. Realmente é verdade, o beijo de Judas em Jesus Cristo foi uma arma. Muito bom. Está escrito de forma cativante e acessível a todos.

—————

Data: 02-05-2020

De: ANDRÉ BENJAMIM FILIPE DIAS (ALDEIA GAVINHA)

Assunto: A IMPORTÂNCIA DA HISTÓRIA E DO CONTEXTO GEO-POLÍTICO DAS NAÇÕES

A incrível capacidade e talento deste escritor nos ofereceu mais um livro, a história do Toni que é tão comum às nossas próprias histórias, uma história de superamento e de queda. Uma história que ficará enquadrada na própria história das nações, todas, do seu contexto geo-político, na forma como lidam com este inimigo mundial, o vírus. Não há como separar a história dos dramas individuais. Nunca a humanidade enfrentou tamanho desafio

—————

Data: 02-05-2020

De: SOFIA ALEXANDRA DE ALMEIDA SÁ FERNANDES (ERICEIRA)

Assunto: NÃO HÁ PACHORRA

Este escritor brindou-nos com mais um livro, ESTAÇÃO TERMINAL. Recebido com imenso entusiasmo pelos seus admiradores. Aloisio Ferreira Casa oferece-nos mais do mesmo, um livro cheio de efeitos para ludibriar o leitor. Seu primo por cá anda, vegetando, enquanto o primo escritor bota prosápia lá por fora, se convencendo que é um grande missionário, enfiado no coração de uma natureza selvagem e retrógrada. O que melhor exemplifica essa terra de além mar, são os seus abundantes pântanos. O Brasil é realmente um imenso pantanal. Uma história igual às outras que nos tem contado... Aqui é a história do Toni... E Deus. A história do vírus... E Deus. A história do confinamento... E Deus. Que pena ele, o escritor se ter permitido ser alienado assim. Por cá ainda há os que esperam por El-Rei D. Sebastião... Acho que vão ficar eternamente à espera... Mas este escritor de certo um dia, bem antes do D, Sebastião, espera-se, regressará lá dos confins do mundo, do pantanal, com milhares de índios o bajulando e empunhando a bandeira de Deus que de certo não lhe fará a desfeita de se apresentar nos Paços do Conselho, esperando a entrada triunfal do escritor e dos seus índios bajuladores. Tenham Santa Paciência! Não há pachorra...

—————

Data: 02-05-2020

De: MARIA DA CONCEIÇÃO RODRIGUES (LISBOA)

Assunto: FANTÁSTICO... VAI FICAR TUDO BEM!

Li este livro com muita emoção, nos intervalos do serviço aqui no Hospital Curry Cabral. Meu amigo e grande escritor, os meus parabéns. Gostei muito. É muito difícil compreender o que é este vírus, em especial para quem não lidou com ele. Eu agradeço a Deus. Ele quase me levou, mas o meu Deus foi muito maior. Lamento que ainda haja quem não entenda que só Deus nos pode salvar? Grata sou a Ele! A minha única forma de agradecer, é assumindo o meu posto neste hospital e fazer tudo o que poder para resgatar vidas do vírus assassino. Como a sua última frase do seu livro nos entra no coração e enche de esperança, nos dá forças. VAI FICAR TUDO BEM!

—————

Data: 02-05-2020

De: RITA PINTO DE MAGALHÃES (ERVIDEL)

Assunto: EXCELENTE

Estação Terminal é um livro muito bom, uma história da vida real, de luta e superação do Toni, a que se alia bons conselhos e práticos. Bem precisamos de palavras de esperança. Não vem ao caso aqui falar de mim, mas confesso que este vírus nos está a arrasar a todos. Como atriz, de um grupo de teatro da província, no caso Ervidel, sempre lutamos com grandes dificuldades. Com o teatro e todas as outras atividades paralisadas, os subsídios não chegam a todo o lado. Eu e os meus companheiros desta companhia da província estamos desesperados, mais de um mês sem espetáculos... Sem público, sem receitas, não temos ordenado. Já vivemos de alguns donativos para não passarmos fome.

—————

Data: 02-05-2020

De: ANDREIA SUZANA PINTO MORGADO (LISBOA)

Assunto: QUANDO JÁ NÃO EXISTIREM SERES HUMANOS

Como amiga da família do escritor nunca pensei que ele fosse daqueles que abandonassem a esposa, mas fê-lo. Este livro, mais um, mostra-nos claramente que ele se tornou um desconhecido ousado, alienado por uma utopia a que chamam de Deus. Porém, neste livro ele conta a história do Toni que sabemos ter sido um amigo seu. Com alguma habilidade na escrita, o autor tem se promovendo à custa de uma utopia que ainda encontra eco em muita gente. Em especial lá pelo Brasil, um povo subjugado à utopia e lavagem cerebral das igrejas. Inteligente, o autor consegue influenciar seus amigos, chegados, levando-os a lhe contarem e permitirem que ele publique seus dramas. Neste caso, até aceito alguma naturalidade. Afinal, ele deixou a esposa, se separou, mas acolhia qualquer um, no caso esse amigo que pelos vistos terá sofrido apenas a consequência do tratamento dado à sua mulher, abandonada, deixada só, pela ganância de uma profissão que desenvolveu durante mais de duas décadas, apenas com o sofisma, avareza de se tornar rico, ainda que isso significasse o desprezo pela mulher. Bem ao nível do escritor. Amigo e escritor eram farinhas do mesmo saco. A vida é assim, cheia de alienados em volta de uma mentira chamada Deus, a ponto de deixarem de ser fieis à sua família. No fim, baralha-se tudo e se aponta Deus como o libertador que nos salvará do vírus. Espero que passe, isto, mas se estiver à espera de Deus, acabaremos por ficar todos mortos e o vírus apenas vencido quando já não existirem mais seres humanos, uma vez que precisa deles para subsistir.

—————

Data: 02-05-2020

De: MARIA XAVIER INÊS (SIDNEY)

Assunto: MUITO ÚTIL

Como crítica literária da Rádio Voz Portugal de Sidney fiquei fascinada com este livro “Estação Terminal”. Quando o baixei não tinha grandes perspectivas, o autor não é conhecido, mas era um tema tão atual, esta Pandemia que tomou conta das nossas vidas. Me surpreendi, pela qualidade literária da escrita, acima da média e acima de tudo, pela história que sendo sobre a vida do Toni, não deixa de ser um livro bastante útil nas nossas vidas, ajudando a lidar com esta Pandemia. Recomendo.

—————